Relatório Web of Science revela a relação entre Pesquisa e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)

Dados da Web of Science mostram o domínio da pesquisa europeia e o duplo enfoque dos estudos ambientais e de saúde

Um novo relatório do Institute for Scientific Information (ISI), parte do Grupo Web of Science da Clarivate Analytics, revela como a pesquisa global e a descoberta estão evoluindo para combater a pobreza, reduzir a desigualdade e lidar com os efeitos da mudança climática por meio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU * (ODSs)

O relatório Navegando na Estrutura da Pesquisa sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ( em inglês Navigating the Structure of Research on Sustainable Development Goals [1] oferece uma visão única do progresso que está sendo feito por meio de atividade de pesquisa global que está impulsionando o progresso em direção aos 17 objetivos globais sustentáveis ​​adotados por seus membros. Ele combina dados imparciais e de alta qualidade do índice de citações da Web of Science com a análise qualificada do Institute for Scientific Information (ISI) para manter informados formuladores de políticas, incluindo governos, financiadores e ONGs. O relatório examina como as áreas colaboram e fornece um mapa temático da pesquisa dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS (em inglês Sustainable Development Goal – SDG).

Os dados mostram que há um duplo foco no cenário da pesquisa, com a maioria dos artigos publicados em dois grandes domínios principais: (1) Ciência Ambiental, Ciência Agrícola e Sustentável,  e (2) Saúde e Cuidados com a Saúde. Pequenas áreas de pesquisa como Abastecimento de Água e Saneamento juntam-se a esses dois grandes domínios. Esses tópicos transdisciplinares são geralmente de interesse político, pois representam oportunidades para alavancar o conhecimento que pode ser aplicado em diversas áreas.

David Pendlebury, Chefe de Análise de Pesquisa do Institute for Scientific Information e um dos autores do Relatório afirma que “os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU representam alguns dos maiores desafios que a humanidade enfrenta, desde acabar com a pobreza até lidar com os efeitos das mudanças climáticas, visando transformar o mundo em apenas quinze anos.

“Usamos os dados da Web of Science para confirmar que a pesquisa está sendo redirecionada para esses objetivos compartilhados e identificamos os principais temas em pesquisa e descoberta global. Nossa análise é de interesse para formuladores de políticas e financiadores, tanto no apoio à tomada de decisões baseada em evidências. ”

Metodologia do Estudo

Utilizando a Web of Science, os autores realizaram a busca utilizando a expressão “Sustainable Development Goal*” como Tópico de pesquisa, o que significa cobrir o título, resumo ou palavras-chave de todos os documentos na Web of Science. Foram levantados cerca de 2.800 “core documents“. A coleção “core” foi expandida, adicionando publicações que citaram um ou mais dos principais documentos, inferindo que os documentos citantes estão relacionados e dizem respeito ao tema dos ODSs. 

Resultados

A contagem anual revela uma evolução de menos de 100 trabalhos por ano até 2010, chegando até 2016 com mais de 500 artigos principais e um conjunto de dados de mais de 4.000 documentos citantes em 2018. A coleção inteira – documentos principais e citantes – resultou em cerca de 10.300 documentos únicos. As referências citadas para cada paper foram analisadas para criar um índice de similaridade através das referências compartilhadas entre dois documentos. Esta análise, chamada de acoplamento bibliográfico, revela a distância cognitiva entre documentos para que documentos semelhantes, permitindo agrupá-los em clusters com temas comuns. A inspeção visual dos papers em cada cluster foi utilizada para associar cada cluster a um rótulo descritivo, conforme resumido na Tabela 1.

O número de artigos (tanto principais quanto citantes) são apresentados para cada um dos principais clusters. Múltiplas etiquetas estão associadas com um cluster nos casos em que subcomponentes claros puderam ser identificados. O resultado pode ser visualizado em um mapa de pesquisa.

Os dados foram mapeados em duas dimensões para acessibilidade visual, posicionamento semelhante de documentos e clusters relacionados nas proximidades enquanto papers e clusters dissimilares estão distantes. O mapa mostra pesquisas importantes clusters em torno das Definições de Sustentabilidade, Indicadores e Avaliações e em torno de Indicadores Econômicos e Modelos de Sustentabilidade. A análise identifica alguns clusters alinhados de perto com um determinado ODS, mas outros se concentraram em tópicos de pesquisa. O mapa revela aglomerados de trabalhos de pesquisa associados e a relação desses aglomerados entre si. O relatório identifica os seguintes temas:

  • Nem sempre são as maiores instituições que definem a agenda e o ritmo de uma especialidade; Por exemplo, os principais intervenientes em Serviços de Ecossistemas e Adaptações para a Sustentabilidade incluem a Universidade de Estocolmo e a Universidade de Wageningen. 
  • A pesquisa é dirigida por pessoas. Alguns dos pesquisadores mais influentes na condução de pesquisas em ODS estão espalhados por áreas temáticas devido ao seu conhecimento transdisciplinar; outros mostram uma concentração de foco em uma área.
  • Alguns clusters estão crescendo com o dobro da taxa média de aumento de publicações durante 2015-2018, em grandes áreas como (1) Nutrição e Desenvolvimento Infantil; e entre áreas menores, como (2) Cuidados de saúde dos povos indígenas.
  • clusters que exibem crescimento lento em publicações durante 2015-2018, em comparação com os anos anteriores (1) Definições de Sustentabilidade, Indicadores e Avaliações, (2) Ecoturismo, Fair Trade e Gestão de Resíduos, (3) Reciclagem e Cadeias de Suprimento Verde.
  • O relatório identifica tópicos de pesquisa emergentes como (1) Doenças Infecciosas e Imunização, e (2) Incidência de Câncer Infantil, com alta entre 2015 e 2018.
  • Dois clusters relacionados a políticas são destacados e explorados em profundidade: Abastecimento de Água e Saneamento, e Saúde e Cuidados com a Saúde dos Povos Indígenas.

A Tabela 2 revela áreas de prioridade de pesquisa em relação ao tema por país,  a partir de clusters identificados para as nações com 100 ou mais documentos relacionados a ODS em todos os aglomerados.

O desenvolvimento sustentável é uma preocupação global e um compromisso colaborativo. Enquanto colaborações de pesquisa acontecem naturalmente – a partir do zero – através de interesses compartilhados, o trabalho conjunto também pode ser realizado, financiado e incentivado por agências governamentais e financiadores privados – um processo top-down habilitado por meio da elaboração de políticas. Para entender melhor as colaborações, a literatura sobre ODS foi analisada também com base na afiliação nacional de cada autor. A Figura 2 é uma matriz de pares mostrando o número de documentos relacionados ao ODS criados por pesquisadores em países dentro cada par regional representado pela intersecção da linha e coluna.

As nações europeias dominam a pesquisa de ODS, com a América do Norte e a região da Ásia e do Pacífico contribuindo com menos, mas uma produção aproximadamente similar. A África, os Estados Árabes e a América Latina são, ao contrário, pequenos participantes, embora os ODS sejam preocupações-chave nessas regiões.

A atividade do Reino Unido na pesquisa ODS recebe atenção especial, incluindo um ranking de áreas de pesquisa nas quais o Reino Unido produz o maior número de trabalhos e a maior parte de seus documentos de ODS.

Nota

* A Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável,  adotada por todos os Estados-Membros das Nações Unidas em 2015, fornece um projeto compartilhado para a paz e a prosperidade das pessoas e do planeta, agora e no futuro. Na base estão os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que são uma chamada urgente por todos os países – desenvolvidos e em desenvolvimento – em uma parceria global. Reconhecem que acabar com a pobreza e outras privações deve andar de mãos dadas com estratégias que melhorem a saúde e a educação, reduzam a desigualdade e estimulem o crescimento econômico – ao mesmo tempo em que combatem a mudança climática e trabalham para preservar nossos oceanos e florestas.

== Referência ==

NAKAMURA, M.; PENDLEBURY, D.; SCHNELL, J.; SZOMSZOR, M. Navigating the Structure of Research on Sustainable Development Goals. s.l., Web of Science Group, 2019. Disponível em: https://clarivate.com/g/sustainable-development-goals/ Acesso em: 15 abril 2019.