Profile da USP 2019 com dados da Web of Science acaba de ser publicado

Anualmente, no âmbito da iniciativa Global Institutional Profiles Project, a Clarivate Analytics recebe dados das Universidades e compõe um Relatório que apresenta o perfil da instituição em termos demográficos e fornece um resumo detalhado de seu desempenho em um contexto global de pesquisa.

O Perfil da Universidade de São Paulo – USP acaba de ser publicado, e apresenta dados demográficos, indicadores de produção científica, financiamento e reputação [1].

DADOS DEMOGRÁFICOS DA USP

O Escritório de Gestão de Indicadores de Desempenho Acadêmico (Egida) da USP [2] forneceu os dados estatísticos sobre funcionários, estudantes e diplomas, gênero, diversidade internacional e financiamento.

IMPACTO E PRODUÇÃO CIENTÍFICA  

A partir da análise dos documentos publicados por autores afiliados à Universidade de São Paulo e indexados na Base Web of Science [3], a Clarivate Analytics congregou os dados de produção científica por meio da Plataforma InCites [4]. 

REPUTAÇÃO DE PESQUISA E INTERNACIONALIZAÇÃO 

As informações sobre a Reputação de Pesquisa foram obtidas por meio de questionário enviado pela Clarivate Analytics a 6.307 pesquisadores acadêmicos de 123 países solicitando seus comentários sobre quais universidades e instituições de pesquisa consideravam mais fortes em sua área de conhecimento ou disciplina. Nesse sentido, a colaboração internacional tem papel preponderante. 

DADOS INSTITUCIONAIS POR ÁREA DE CONHECIMENTO 

PRINCIPAIS INDICADORES DA USP

COMPARAÇÕES USP, UNICAMP E UNESP

Áreas de Pesquisa

Publicações em Revistas TOP – Evolução

Indicadores de Docência

Indicadores de Pesquisa

Sobre o Global Institutional Profiles Project

Desde 2009, a Clarivate Analytics mantém os perfis das principais universidades e instituições de pesquisa do mundo, usando um conjunto exclusivo de indicadores-chave de desempenho [5*].

Os perfis institucionais facilitam uma comparação multidimensional e imparcial de todos os aspectos do desempenho de uma universidade, independentemente da missão, tamanho, localização geográfica ou mix de disciplinas da universidade. A combinação de informações bibliométricas padrão-ouro com dados exclusivos sobre reputação, demografia de funcionários, estudantes e financiamento cria uma visão de 360 ​​graus de todos os aspectos do desempenho de uma instituição.

Os perfis são utilizados por universidades, agências de financiamento, governos e agências de classificação como uma ferramenta valiosa para identificar pontos fracos e fortes, encontrar instituições pares, comparar com benchmarks globais ou regionais e promover a visibilidade junto aos seus stakeholders.

Com dados confiáveis ​​e objetivos de cada instituição, os usuários dos dados nesses perfis e em outros lugares, estão melhor equipados para:

• Validar e quantificar decisões executivas e estratégicas
• Apoiar marketing, publicidade e outros esforços promocionais
• Complementar as classificações e outras iniciativas de avaliação com indicadores adicionais de excelência. 

O projeto Perfis Institucionais coleta, valida e analisa dados das três fontes únicas a seguir e em seis amplas disciplinas acadêmicas.

Dados demográficos coletados diretamente das Universidades

Trabalhando diretamente com os escritórios administrativos de aproximadamente 800 das principais universidades do mundo, a Clarivate Analytics coleta dados estatísticos relevantes e comparáveis internacionalmente sobre funcionários, estudantes e diplomas, gênero, diversidade internacional e financiamento. Utilizando um conjunto comum de critérios e definições, é o primeiro conjunto global de dados estatísticos sobre ensino superior e pesquisa. 

Quando apropriado, fontes de dados autorizadas de terceiros são utilizadas e todos os dados são validados pela instituição e pela Clarivate Analytics.

Pesquisa anual de reputação de pesquisa

A Clarivate Analytics pesquisa acadêmicos de todo o mundo solicitando seus comentários sobre quais universidades e instituições de pesquisa são mais fortes em sua área de conhecimento ou disciplina. A pesquisa foi cuidadosamente projetada para gerar resultados robustos e significativos.

A participação na pesquisa é apenas por convite para impedir a manipulação dos resultados e os participantes são cuidadosamente selecionados por localização geográfica e disciplina para amostragem estatisticamente relevante. Além disso, a pesquisa é oferecida em nove idiomas para superar o viés linguístico. Veja os detalhes da metodologia da pesquisa aqui .

Perfil dos respondentes em 2019

Os acadêmicos estão mais familiarizados com a Europa e a América do Norte no ensino superior. Este ano, houve um aumento notável na familiaridade com o ensino superior na Ásia / Oriente Médio. Existe uma grande variedade de assuntos acadêmicos; Ciências Sociais e Engenharia/Tecnologia são os dois mais comuns. O inglês é a língua franca em todas as regiões e categorias acadêmicas. A maioria trabalha em período integral e é mais provável que seja uma equipe acadêmica. A equipe de meio período varia em funções, incluindo equipe acadêmica / de pesquisa e estudantes de pós-graduação. Globalmente, os acadêmicos trabalham por 15 a 20 anos, em média. A permanência é, em média, mais alta nas áreas de Artes e Humanidades, Ciências da Vida e Ciências Físicas do que para outras categorias acadêmicas. Os homens têm uma forte presença na academia, particularmente em Engenharia e Tecnologia e Ciências Físicas. As mulheres são mais prevalentes nas Artes e Humanidades e Ciências Sociais. Veja o resumo da Pesquisa de Reputação de Pesquisa do ano anterior aqui .

Dados de publicação e citações no InCites

O InCites é baseado em dados de publicação de mais de 21.000 periódicos acadêmicos cuidadosamente selecionados, indexados na Web of Science Core Collection e fornece estatísticas de benchmarking normalizadas para melhor interpretar as contagens de publicação e citação.

O trabalho realizado pela Clarivate Analytics com as universidades envolve entender as afiliações, o histórico de alterações de nome e fusões para capturar com precisão todos os documentos produzidos pelos pesquisadores da instituição.

A contagem de citações é comparada a cada uma das mais de 250 áreas de pesquisa da Web of Science para criar indicadores que refletem o desempenho em relação à média da área de pesquisa e do ano. Eles são agregados para criar indicadores normalizados que refletem o desempenho, independentemente do mix de disciplinas da universidade.

A análise abrangente de milhões de artigos e dezenas de milhões de citações em centenas de disciplinas e em vários anos é verdadeiramente uma iniciativa de Big Data e requer um sério compromisso de capital humano e poder de computação.

Os dados coletados por meio do projeto Profiles também são fornecidos ao US News em apoio ao seu Best Global Universities Rankings. Embora o Best Global Universities Rankings se baseie inteiramente nos dados bibliométricos e nos resultados da Pesquisa Acadêmica de Reputação de 2019 da Clarivate Analytics, o US News incluiu breves perfis das universidades classificadas, incluindo dados fornecidos pelo Profiles Project. 

== Referências ==

[1] UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. 2019. GLOBAL INSTITUTIONAL PROFILES PROJECT. Clarivate Analytics, 2019. Disponível em: http://www.sibi.usp.br/wp-content/uploads/2019/11/0329_Universidade_de_Sao_Paulo-Profile-2019-InCites.pdf  Acesso em: 28 nov. 2019.

[2] UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.  Escritório de Gestão de Indicadores de Desempenho Acadêmico (Egida). https://sites.usp.br/egida Acesso em: 28 nov. 2019.

[3] CLARIVATE ANALYTICS. Web of Science. Disponível na Rede USP em: https://apps.webofknowledge.com (Assinatura AGUIA – Conteúdo estendido) 

[4] CLARIVATE ANALYTICS. InCites. Disponível na Rede USP mediante registro na Plataforma: https://incites.clarivate.com (Assinatura AGUIA)

[5*] GLOBAL INSTITUTIONAL PROFILE PROJECT. Disponível em: http://ips.clarivate.com/globalprofilesproject/ (*Tradução livre)