Como cumprir a política de acesso aberto da Fapesp

Existem duas opções para cumprir a Política de Acesso Aberto da Fapesp.

Em fevereiro de 2019, a Fapesp publicou sua Política de Acesso Aberto estabelecendo que os textos completos de artigos ou outros tipos de comunicação científica, originados de pesquisas e projetos por ela financiados, parcial ou totalmente, e publicados em periódicos internacionais sejam depositados em repositório institucional de trabalhos científicos, seguindo-se a política para disponibilização em acesso aberto de cada revista, logo que os manuscritos sejam aprovados para publicação ou em prazo compatível com as restrições de cada revista. 

Para facilitar o cumprimento desta recomendação, os autores poderão contar com a ajuda dos bibliotecários, mas cabe aos próprios autores escolherem a revista ou outro meio onde irão publicar seus resultados de pesquisa. Saiba mais sobre o Acesso Aberto @USP.

Os autores podem fazer uso das diferentes opções de revistas, desde que assegurem que uma cópia de seu trabalho ou artigo seja depositada no repositório institucional, sem que haja interferência alguma nas suas opções e processo de publicação.

Opção 1: Publicar em um periódico internacional de acesso aberto

Você pode publicar seus resultados de pesquisa em um periódico que ofereça acesso aberto imediato. 

O Directory of Open Access Journals – DOAJ fornece uma lista de revistas de acesso aberto. Consulte as dicas do SIBiUSP na área de Apoio ao Pesquisador para escolher a melhor revista e converse com seu orientador.

Alguns dos periódicos de acesso aberto cobram uma taxa de publicação de artigo (em inglês Article Processing Charge – APC). Essas taxas podem variar, mas são despesas elegíveis de acordo o Auxílio à Pesquisa – Publicações da Fapesp, desde que previstos e solicitados pelo pesquisador. Consulte a Fapesp sempre que necessário. Verifique também as opções de descontos para autores USP.

De qualquer modo, observe que o acesso aberto refere-se a isso mesmo: acesso. Isso não significa que você tem permissão para colocar uma cópia de seu artigo em um repositório institucional. Verifique sempre a política de arquivamento da editora ou da revista.

Antes de escolher a revista, certifique-se de consultar o banco de dados SHERPA / RoMEO que lista as normas dos editores das revistas em relação às políticas de arquivamento de cópias em Repositório institucional. Recomenda-se consultar também o site da própria revista. Para revistas brasileiras, é possível consultar o Diadorim (Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras). Outra opção é consultar o How can I share It, que mostra permissões de compartilhamento para artigos com DOIs e links para políticas de compartilhamento dos principais editores científicos. Em alguns casos, a versão final (PDF do editor) do artigo publicado pode ser depositada. Em outros casos, apenas a versão post-print do artigo (versão revisada pelo editor) pode ser depositada, que fica com acesso restrito até que passe o período de embargo, quando poderá se tornar pública. Saiba a diferença entre pre-print, post-print e artigo publicado.

Opção 2: Publicar em um periódico internacional que não é de acesso aberto

Se você deseja publicar seus resultados em um periódico internacional que não é de acesso aberto, você também pode. Consulte as dicas do SIBiUSP para escolher a melhor revista e converse com seu orientador. 

Também as revistas que não são de acesso aberto possuem políticas específicas quando se trata de permissão de arquivamento de uma cópia no Repositório Institucional. Essas políticas e permissões variam em relação a qual versão do seu manuscrito você pode depositar no Repositório. O banco de dados SHERPA / RoMEO lista as normas dos editores das revistas. Recomenda-se consultar também o site da própria revista. Para revistas brasileiras, é possível consultar o Diadorim (Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras). Outra opção é consultar o How can I share It, que mostra permissões de compartilhamento para artigos com DOIs e links para políticas de compartilhamento dos principais editores científicos.

Em alguns casos, a versão post-print do artigo (versão que já passou por avaliadores) pode ser depositada. Em outros casos, não pode ser depositada.

Quer saber a diferença entre pre-print, post-print e edição final do editor? Clique aqui. 

Para atender à política da Fapesp. certifique-se de escolher uma revista que permita o depósito de alguma versão do artigo (post-print ou versão publicada) em repositório institucional. Leia cuidadosamente qualquer contrato de transferência de direitos autorais que você receber para garantir que possa depois cumprir a política de acesso aberto da Fapesp. Algumas entidades como SPARC, a Publishing Scholarly e a Academic Resources Coalition, oferecem recursos sobre direitos de autor, incluindo um adendo que você pode usar em acordos de direitos autorais.

Depósito do seu artigo no Repositório Institucional da USP

Seja qual for a sua opção, a Universidade de São Paulo oferece uma maneira fácil e gratuita de cumprir a política da Fapesp por meio do nosso repositório institucional: a Biblioteca Digital da Produção Intelectual da USP (BDPI). 

O depósito da cópia, versão post-print ou versão final publicada, deverá ser feito assim que o paper ou artigo for aprovado para publicação ou em prazos compatíveis com as restrições de cada revista. Consulte sempre as políticas e permissões do editor da revista. Observe que a versão pré-print não atende à Política da Fapesp, que menciona manuscrito aprovado ou publicado.

Procure a equipe da Biblioteca da sua Unidade, para solicitar o depósito da sua publicação na Biblioteca Digital da Produção Intelectual da USP (BDPI). Consulte também Como depositar seu artigo na BDPI

Observe que disponibilizar seu trabalho por meio de sites de redes acadêmicas, como Academia.edu ou ResearchGate, não atende aos requisitos da Política da Fapesp, pois esses sites exigem uma associação para acesso total ao conteúdo do site. Embora você possa publicar seus manuscritos e artigos em seu site pessoal / departamental (se permitido pelo editor), a Política da Fapesp exige que eles também estejam disponíveis publicamente em um repositório institucional de acesso aberto.

Lembre-se também de fazer referência ao apoio da Fapesp e de outras Agências de Financiamento em todas as formas de divulgação de resultados de projetos realizados com Auxílio ou Bolsa concedidos pela instituição, incluindo teses, dissertações, artigos, livros, resumos de trabalhos apresentados em reuniões e congressos científicos e páginas na internet, entre outras. 

Mesmo sem financiamento, é possível e recomendado depositar uma cópia de seu artigo ou trabalho na Biblioteca Digital da Produção Intelectual da USP.

A biblioteca pode ajudar

As equipes das Bibliotecas da Universidade de São Paulo podem fornecer assistência e apoio no cumprimento da política de acesso aberto da Fapesp, incluindo:

  • Auxílio na seleção de revistas
  • Auxílio na verificação de permissões no Sherpa Romeo e Editores
  • Auxílio na identificação das versões de seu artigo: pré-print, post-print e versão final publicada
  • Depósito dos resultados de pesquisa no Repositório da Produção Intelectual da USP

Os autores podem enviar um e-mail para a Biblioteca da sua Unidade informando seu nome completo, nº USP, Agência de Financiamento (Quando pertinente) e Nº do Processo, os dados da publicação (Título da revista, volume e número, páginas, data), e a cópia da sua publicação (PDF da versão permitida), para que seja inserida na Biblioteca Digital da Produção Intelectual (BDPI) da USP. 

Para mais informações, procure a Biblioteca da sua Unidade ou entre em contato conosco no Departamento Técnico do SIBiUSP para obter ajuda.