Dados de pesquisa – DataCite integrado ao ORCiD

Dentre as entidades integradas à ORCID e seus registros está o DataCite, organização internacional sem fins lucrativos que permite localizar, identificar e citar os conjuntos de dados de pesquisa, desempenhando um papel de liderança global na promoção do uso de identificadores persistentes associados a dados e conjuntos de dados de pesquisa. Dessa forma, o DataCite:

  • Aumenta a aceitação dos dados da pesquisa como contribuições legítimas para o registro científico;
  • Fornece suporte ao arquivamento de dados, permitindo que sejam verificados e reutilizados em estudos futuros;
  • Apoia centros de dados (data publishers) fornecendo DOIs para conjuntos de dados, fluxos de trabalho e padrões;
  • Apoia editores de revistas, permitindo que os artigos de pesquisa sejam vinculados a dados / objetos subjacentes;
  • Apoia as agências de financiamento, ajudando-as a entender o alcance e o impacto do seu financiamento;
  • Estabelece acesso mais fácil a dados de pesquisa na Internet, por meio de sua interface de busca: https://search.datacite.org/
Interface de busca do DataCite – https://search.datacite.org/

O principal meio para estabelecer acesso fácil a conjuntos de dados de pesquisa é atribuir identificadores persistentes como, por exemplo, o Digital Object Idenfier (DOI). O DataCite recomenda que os nomes DOI sejam exibidos como URLs vinculáveis ​​e permanentes. Para tanto, mantém o DataCite DOI Fabrica e adota uma abordagem aberta para os identificadores, considerando outros sistemas e serviços que ajudam a alcançar seus objetivos. 

Estabelecido como agência de registro global para dados de pesquisa em 2009, o DataCite foi formado por organizações de diversos países: a British Library; o Centro de Informação Técnica da Dinamarca (DTIC); Biblioteca TU Delft da Holanda; Instituto Nacional de Informação Científica e Técnica do Conselho Nacional de Pesquisa (CISTI-NRC); a Biblioteca Digital da Califórnia (University of California Curation Center); Purdue University (EUA); e a Biblioteca Nacional Alemã de Ciência e Tecnologia (TIB). Em 2010, foram incluídos mais cinco membros adicionais: o Escritório do Conselho Internacional para a Ciência (ICSU): o Australian National Serviço de dados (ANDS); Deutsche Zentralbibliothek für Medizin (ZB MED); GESIS – Leibniz-Institut für Sozialwissenschaften; o Instituto Francês de Informação Científica e Técnica (INIST); e o Eidgenössische Technische Hochschule (ETH) Zürich.

Hoje, o DataCite reúne quase 11 milhões de registros, entre Dataset (4.012.248), Text (2.707570), Image (1.052.515), Physical object (598.727), Collection (468.350), Software (52.318), Audiovisual (40.748), etc. de mais de 50 mil criadores (autores).  E os números não param de crescer. Em 2013, o número de dados registrados aproximava-se dos 500 mil. Em 2014, esse número mais que triplicou, chegando a 1.418.069 itens registrados no ano. Em 2017, o número de dados registrados só naquele ano ultrapassou a marca dos três milhões. Até o momento (Fev. 2018), mais de 541 mil itens de pesquisa foram registrados. O Gráfico a seguir apresenta o número de registros carregados ano a ano no DataCite.

Fonte: DataCite Fev. 2018.

Os registros do DataCite advêm de Repositórios (Centros de Dados) como o Figshare, Dryad, Cambridge Crystallographic Data Centre, E-Periodica, Plutof, International Treaty on Plant Genetic Resources for Food and Agriculture, ResearchGate, E-Pics Bildarchiv, Global Biodiversity Information Facility, ZENODO, PANGAEA, Data-Planet, etc.

A integração entre DataCite e ORCID iniciou-se em 2015. Dessa forma, hoje as informações referentes aos conjuntos de dados de pesquisa que possuem DOI podem ser carregadas para o registro ORCiD, desde que a integração seja habilitada pelo pesquisador.  Toda vez que um novo conjunto de dados for publicado, será automaticamente adicionado ao registro ORCiD do pesquisador. 

Para saber mais, consulte a Biblioteca da sua Unidade ou envie sua questão ao e-mail atendimento@sibi.usp.br a/c Elisabeth Dudziak.